Buscar
  • Radio Com 98.5

Santo Ângelo está ganhando agroindústria de melado

O programa de fortalecimento das agroindústrias, implantado pelo Governo Municipal como incentivo ao desenvolvimento sócio e econômico das propriedades rurais familiares, está encaminhando para a formalização o seu décimo terceiro empreendimento. Trata-se da agroindústria de melado no Distrito de Rincão dos Mendes que deve iniciar as obras de construção do prédio no próximo mês, com expectativa de iniciar sua produção ainda no primeiro semestre deste ano.

Na sexta-feira, 04, o prefeito em Exercício, Bruno Hesse, o secretário interino da Agricultura Renê Khel, o coordenador das Associações de Produtores e das Agroindústrias, Diomar Formenton e o secretário municipal dos Transportes, João Terra, estiveram na propriedade da Família Pedó, quando foram recebidos pelo empreendedor rural, Antônio Carlos Pedó, para os encaminhamentos legais e tratar do apoio do Governo Municipal à realização de melhorias na estrutura da propriedade.

Conforme Pedó, o projeto arquitetônico do prédio que abrigará a agroindústria está pronto e aprovado pelos órgãos sanitários e ambientais. A obra iniciará em fevereiro e representa um investimento de mais de R$ 100 mil da família, em materiais de construção e aquisição de equipamentos automatizados para o beneficiamento da cana-de-açúcar. Segundo o agricultor, na área rural de 8,5 hectares, cuja diversificação da produção foi destacada por Bruno Hesse, um hectare está destinado ao plantio de cana-de-açúcar, o suficiente para a industrialização de 2,5 toneladas de melado.

O coordenador das Associações de Produtores e das Agroindústrias da Secretaria Municipal da Agricultura, Diomar Formenton, afirmou que esta será a primeira agroindústria de melado formalizada e a décima terceira em atividade em Santo Ângelo. Formenton explicou que o Setor de Projetos do Governo Municipal elaborou o projeto arquitetônico e a Vigilância Sanitária Estadual o aprovou, este que é o primeiro critério para a formalização. A ideia do agricultor é preparar o empreendimento também para a produção de suco de cana e açúcar mascavo.

DE VOLTA AO CAMPO

Um fato que chamou a atenção das autoridades durante a visita à propriedade foi o retorno de Antônio Carlos ao meio rural, depois de dez anos trabalhando na cidade. Segundo Pedó, o pai estava à procura de mão de obra para auxiliar nas lidas da propriedade quando decidiu voltar à atividade rural. “O interior está mudando para melhor. A produção está sendo valorizada e também buscamos mais qualidade de vida”, disse ele, com a filha Lara, de seis meses, no colo.

Texto/fotos: Tarso Weber

13 visualizações

© Radiocom Santo Ângelo

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon