Buscar
  • Radio Com 98.5

Asilo de Gramado registra quatro mortes de moradores por Covid-19

Um asilo de Gramado, na serra gaúcha, registrou quatro mortes de moradores nesta semana. Os óbitos aconteceram entra a quarta-feira (9) e a sexta (11).

Conforme o Centro de Operações de Emergência do município, os primeiros casos foram registrados no Santa Ana Residencial Geriátrico no dia 3 de setembro. Segundo a direção da instituição, moradores e equipes foram testados. No total, 21 pessoas, entre residentes e funcionários, testaram positivo. Entre eles, nove estão internados no Hospital de Gramado. A direção do residencial ainda informou que desde março adota medidas de precaução, como o distanciamento entre os idosos, proibição de visitas e higienização. A Vigilância Sanitária acompanha a situação do local. "Nós não tivemos durante o ano todo nenhum sinal sintoma de síndrome gripal dentro do nosso residencial muito por conta dos cuidados. Fomos vitimados por esse inimigo invisível que tem entrado em todos os lares de idosos do nosso estado do nosso país e do mundo", observa o médico e proprietário da casa de repouso, Ubiratã Oliveira.

Situação no RS Mais de 1,6 mil idosos já foram contaminados em asilos no Rio Grande do Sul. Destes, 277 morreram. Dos 400 surtos de Covid-19 registrados no estado, 203 foram nessas instituições, conforme boletim do estado. Atualmente, 72 seguem ativos. A Secretaria de Saúde informa que a testagem em massa de asilos foi priorizada, tanto entre os profissionais quanto entre os residentes, mas não informou quantos idosos foram testados. Além disso, também informa que criou protocolos de segurança específicos e tem acompanhado de perto todos os casos, inclusive na fiscalização das normas.

Santa Maria também tem surto em asilo

Santa Maria, na Região Central, o Lar das Vovozinhas, maior asilo do estado teve dois casos de coronavírus confirmados nesta semana. Uma das moradoras está hospitalizada, e a outra, está isolada no próprio asilo. Outros 41 casos suspeitos, de pessoas com sintomas, são investigados. Mais de 150 senhoras moram no local.

Os testes foram feitos na segunda (7) e os resultados ainda não chegaram. Segundo a Vigilância em Saúde, a previsão é que cheguem "o quanto antes".


Fonte: G1 RS




8 visualizações

© Radiocom Santo Ângelo

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon