Buscar
  • Radio Com 98.5

Conta de luz mais cara a partir de julho


Aneel aumenta em 52% o valor da bandeira vermelha patamar 2


Agência Nacional de Energia Elétrica decidiu aumentar em 52% o valor da bandeira vermelha patamar 2. A taxa passa de R$ 6,24 por 100 quilowatts hora consumidos para R$ 9,49. E essa taxa extra cobrada na conta de energia pode durar até novembro.

Segundo o professor de Engenharia Elétrica da Universidade de Brasília, Rafael Shayani, com menos chuvas, o Brasil passa pela maior crise hídrica em mais de 90 anos, o que reduziu o nível dos reservatórios das hidrelétricas. Por isso, foi preciso acionar as usinas térmicas, que produzem energia mais cara.

Sandoval Feitosa, diretor da Aneel avalia que a situação pode piorar e que há grande probabilidade de haver, no segundo semestre de 2021 um cenário mais crítico.

Diante da crise hídrica, o governo federal encaminhou ao Congresso Nacional uma medida provisória instituindo a Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética, que será responsável por adotar medidas emergenciais e evitar um apagão elétrico no país.

Na segunda-feira, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, fez um pronunciamento em cadeia de rádio e na televisão em que pediu uso consciente e responsável de água e energia pela sociedade e indústrias.

O Professor Engenharia Elétrica da Universidade de Brasília, Rafael Shayani dá algumas dicas aos consumidores para economizar energia, como reduzir o tempo de banho e abrir menos a geladeira.

A nova tarifa da bandeira vermelha patamar 2 entra em vigor na quinta-feira, 01 de julho.


A Informação é de Karine Costa da Radio Agência Nacional Foto - Silvio Brasil

0 visualização0 comentário