Buscar
  • Radio Com 98.5

Cooperação garante obras no Aeroporto Regional Sepé Tiaraju

Na manhã de segunda-feira, 11 de julho, iniciaram as obras para ampliar o espaço de segurança localizado ao final da pista de pouso, a RESA (Runway End Safety Area), no Aeroporto Regional Sepé Tiaraju, em Santo Ângelo/RS. A concretização desta obra é uma necessidade para a operação nas duas cabeceiras para a aeronave Boeing 737-700/800 da Gol Linhas Aéreas em Santo Ângelo.

O projeto de ampliação do Aeroporto Regional segue mobilizando as lideranças municipais, estaduais e federais e está a cada dia ganhando mais força. Desta vez, não foi diferente. Graças a união das entidades empresariais, iniciativa privada e poder público, será possível dar andamento às obras do Aeroporto.

O Projeto de Lei de autoria do Executivo Municipal foi aprovado por unanimidade na Sessão Ordinária da última segunda-feira (11), e visa firmar um acordo de cooperação com as entidades em prol do desenvolvimento das obras de terraplanagem e especificações técnicas da RESA. A parceria entre a Administração Municipal, Sindicato Rural e a Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI Santo Ângelo).

Para o presidente da ACISA Missões, Mauro Tschiedel, uma das entidades que está à frente do movimento em prol do Aeroporto, “a união que estamos vendo hoje vai frutificar em várias áreas, por vários anos, pois demonstra uma visão de futuro necessária para o nosso desenvolvimento. A contribuição que os produtores estão dando para a nossa região é algo inédito, e como presidente da ACISA, me sinto muito feliz de estar vivendo este momento de união e empenho”. Quase uma centena de máquinas, entre tratores, scrape´s, motoniveladoras, rolos compactadores, dragas e escavadeiras, de produtores rurais e empresários estarão trabalhando para que a obra se concretize o mais rápido possível. Tschiedel destaca ainda que a conclusão da obra permitirá que tenhamos mais segurança nos voos operados.

A URI está fazendo todo o acompanhamento técnico de amostragens de solo e avaliação técnica da compactação para que no final da obra, tenhamos os laudos para garantir a qualidade e segurança da obra executada neste convênio.

De acordo com o projeto, a RESA terá 90 metros de comprimento, 60 metros de largura e mais de 6 metros de desnível. Conhecida no Brasil como “área de escape”, a RESA (Runway End Safety Area), é uma área de segurança, simetricamente estendida do final da faixa da pista para a maior distância que for praticável. Tem como objetivo reduzir o risco de danos aos aviões em caso de toque antes de alcançar a cabeceira ou que ultrapassem acidentalmente o fim da pista de pouso e decolagem.

Com a obra da RESA em andamento, o início dos voos diretos do Aeroporto Regional Sepé Tiaraju, de Santo Ângelo/RS para o Aeroporto Internacional de Guarulhos está previsto para outubro de 2022.




5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Acerca das manifestações populares que vêm ocorrendo em inúmeros locais do País, a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira reafirmam seu compromisso irrestrito e inabalável