Buscar
  • Radio Com 98.5

ENEL CIEN MANTÉM HORTA ORGÂNICA EM ESCOLA DE GARRUCHOS

Projeto de educação ambiental produz verduras e legumes que viabilizam renda e acesso a alimentação saudável.

Garruchos, 25 de julho de 2022 – A Enel Cien, companhia responsável por converter e transmitir energia elétrica entre o Brasil e a Argentina, renovou por mais um ano o projeto de educação ambiental Enel Compartilha Atitude Verde: Viveiro Escolar, desenvolvido na Escola Municipal de Ensino Fundamental José Rodrigues, em Garruchos. A iniciativa envolve alunos e professores na manutenção de uma estufa que produz vegetais orgânicos tanto para consumo na própria escola como para venda na comunidade.

O projeto teve início em 2017, quando foi construída a estufa, com apoio da Emater/ Ascar de Garruchos, Associação das Mulheres Integradas e Sindicato Rural. Desde então já foram promovidos cursos de plantio e manejo de hortaliças, além da integração das disciplinas escolares com a prática. “Os estudantes ajudam no plantio, na colheita e na manutenção das mudas. Tudo sob observação da nossa técnica, que é responsável pelo plantio, replantio, colheita e controle de pragas. Muitas mudas chegamos a produzir na própria estufa. Eles também aprendem sobre sustentabilidade, importância de uma alimentação saudável e outros temas desse tipo”, explica a diretora da escola, Margarete Orizenco.

Na estufa são plantadas verduras e legumes como alface, rúcula, couve, pepino, tomate e temperos como salsinha, cebolinha e manjericão, tudo orgânico. “Ao redor da estufa produzimos também feijão, amendoim, mandioca, abóbora. Fazemos a comercialização de parte das hortaliças para a comunidade e outra parte é usada na nossa merenda escolar”, conta Margarete.

A aluna do 9º ano Francine Moraes Santos levou os conhecimentos da escola para casa. “Acho muito importante a horta na escola porque a gente aprende como se planta e pode fazer em casa. E também nos proporciona uma alimentação saudável na escola.” Em sua casa, Francine planta alface, rúcula, repolho, abóbora, pepino, temperos e chás como hortelã, cidreira, poejo.

Para a diretora, é salutar esse incentivo que a escola dá para formação dos alunos e conscientização da comunidade local. "Nossos alunos vêm a importância da alimentação saudável nas aulas. Vejo que esse projeto despertou uma motivação neles para terem em casa sua própria horta. Eles veem que é possível cultivar em casa e até ter uma renda extra.” Ela ainda ressalta o patrocínio da Enel Cien: "É um apoio fundamental no projeto. Usamos os recursos para pagar a técnica, comprar materiais para manuseio e plantio como enxadas, mangueiras, sementeiras, adubo etc, além de mudas e sementes”.

Sustentabilidade

A estufa tem aproximadamente 150 metros quadrados e é um espaço de vivência, educação, exercício da cidadania e desenvolvimento da sustentabilidade entre alunos, professores e comunidade. "É um trabalho voltado para a sustentabilidade e a melhoria da qualidade de vida, por meio de uma alimentação saudável. Nosso Viveiro Escolar é um projeto circular, que fomenta a inclusão econômica e social e a geração de renda, oportunizando o acesso a uma alimentação saudável e melhoria da qualidade de vida para a comunidade, com alimentos a custo baixo e sem utilização de agrotóxicos, contribuindo com a preservação da biodiversidade local”, comenta a responsável pela Enel Cien, Andressa Feyh.

A Enel Cien desenvolve constantemente iniciativas que visam a educação e preservação ambiental. Neste ano, a empresa patrocina dois projetos em Garruchos: Enel Compartilha Atitude Verde: Viveiro Escolar 2022 e Reaproveitamento de Resíduos Orgânicos - Horta Viveiro 2022; e um projeto em Santo Antonio das Missões, o Sistema de Irrigação de Horta e Jardim no Lar do Idoso. Além disso, a empresa desenvolve o Projeto Florestas Comestíveis; Projeto de Biodiversidade; Reposição Florestal Obrigatória (RFO); Conservação da Sociobiodiversidade - manejo de abelhas sem ferrão e dois projetos de reflorestamento em Erval Grande e em São Luiz Gonzaga.

Sobre a Enel Cien

A Enel Cien é um ativo estratégico para a integração energética do Mercosul, já que é responsável por converter e transmitir energia do Brasil (que opera em frequência de 60 hertz) para a Argentina (frequência de 50 hertz) e vice-versa. A empresa possui as estações de interconexão energética Garabi I e II, ambas no município de Garruchos (RS), e as Linhas de Transmissão Circuitos 1 e 2, totalizando 743 quilômetros de linhas sob sua concessão, que passam por 33 municípios do Rio Grande do Sul e um de Santa Catarina.

Ana Priscila Donato Capps






3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Acerca das manifestações populares que vêm ocorrendo em inúmeros locais do País, a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira reafirmam seu compromisso irrestrito e inabalável