Buscar
  • Radio Com 98.5

Governo Municipal, vereadores e empresários vão analisar mudanças no rotativo


Uma comissão com membros do Governo Municipal, Câmara de Vereadores e representantes de entidades empresariais vai definir as mudanças a serem propostas para a contratação de empresa que irá explorar o estacionamento rotativo em Santo Ângelo.

A audiência pública foi proposta pelo vereador Maurício Loureiro (PDT) e contou com as presenças do prefeito Jacques Barbosa; dos representantes da Acisa, Luiz Clóvis Machado da Rocha e do Sindilojas Missões, Gilberto Aiolfi; coordenador municipal de Trânsito, Gerson Rodrigues; secretário municipal de Gestão de Finanças, Luís Alberto Voese; vereadores e empresários.

No fim do mês de novembro encerra o contrato com a Rek Parking, empresa que opera o sistema. O Governo Municipal precisa realizar o processo licitatório para a contratação de empresa que administre o serviço e a ideia é incluir as mudanças que sejam consideradas fundamentais.

Na oportunidade, Aiolfi e Machado deixaram claro o posicionamento dos empresários na manutenção do estacionamento rotativo, porém, defenderam a realização de mudanças na forma de operação do sistema.

Na audiência foram apresentadas sugestões para a ampliação do tempo de tolerância, hoje de dez minutos; redução da tarifa (R$ 0,80 por meia hora); redução do valor da multa de pósutilização (R$ 16,00); não cobrança entre 12 horas e 13h30min; também liberar da cobrança os sábados; liberar as quadras no entorno do Hospital Santo Ângelo (HSA); passar pela Câmara de Vereadores a ampliação das quadras; ampliar o uso do aplicativo, entre outras.


ESTUDO

O prefeito Jacques Barbosa anunciou que o Governo Municipal já definiu a contratação de uma empresa especializada para realizar o mapeamento do rotativo e apontar o que pode ser remanejado para atender as necessidades, pois o sistema está funcionando há mais de uma década. “O que será apontado nesse estudo e mais as sugestões recolhidas nessa audiência serão analisadas pela comissão e irão formar os critérios para a contratação da empresa”, observou o prefeito.

Jacques lembrou ainda que caso não seja possível definir a contratação da empresa em tempo hábil, deve ser discutida a possibilidade de prorrogação de contrato com a atual empresa pelo período necessário para que o comércio não seja prejudicado com a falta do serviço no período natalino.

Ainda de acordo com o chefe do Executivo, a possibilidade de destinar valores oriundos do repasse de valores do rotativo para aplicação em ações de mobilidade urbana é outra pauta que precisa ser debatida.

Os integrantes da comissão serão indicados nos próximos dias.

Participaram da audiência, além do proponente Maurício Loureiro, os vereadores Rodrigo Flores (PDT), Vando Ribeiro (MDB), Márcio Antunes (MDB), Nivaldo Langer de Moura, o Nêne (PP) e Nérison Abreu (PRTB).



Texto: Hogue Dorneles

Fotos: Fernando Gomes

0 visualização0 comentário