Buscar
  • Radio Com 98.5

MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO É CONCEITO 5

A Universidade Regional Integrada, URI Santo Ângelo, é agora conceito 5 no seu Programa de Pós-Graduação em Ensino Científico e Tecnológico, PPGEnCT, Mestrado Profissional.

A avaliação, feita a cada quatro anos, é realizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), fundação vinculada ao Ministério da Educação que atua na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu.

O coordenador do PPGEnCT, Prof. Dr. João Carlos Krause, disse que o Mestrado Profissional, já contava com uma nota 4 no processo avaliativo e, nesta última avaliação, que corresponde ao período de 2017 a 2020, obteve o conceito máximo que um curso apenas com mestrado pode alcançar.

Nesse processo são avaliados 3 quesitos que compreendem o Programa, a Formação e o Impacto na Sociedade.

No primeiro quesito são avaliados aspectos relativos à articulação, aderência e atualização das áreas de concentração, linhas de pesquisa, projetos em andamento e estrutura curricular, infraestrutura disponível, missão e modalidade do programa. Ainda, perfil do corpo docente e adequação à proposta do programa e planejamento estratégico do programa.

No segundo quesito, são avaliados a qualidade e adequação das dissertações em relação às áreas de concentração e linhas de pesquisa do programa; qualidade da produção intelectual de discentes e egressos; destino, atuação e avaliação dos egressos do programa em relação à formação recebida; qualidade das atividades de pesquisa e da produção intelectual do corpo docente no programa; e qualidade e envolvimento do corpo docente em relação às atividades de formação no programa.

Finalmente, no terceiro quesito, destina-se a avaliar o impacto e caráter inovador da produção intelectual em função da natureza do programa; impacto econômico, social e cultural do programa; e internacionalização, inserção (local, regional, nacional) e visibilidade do programa.

Para João Carlos Krause, a URI Santo Ângelo, recebeu conceito “muito bom”, para os 3 quesitos, proporcionando o conceito 5, alçando o Mestrado Profissional em Ensino Científico e Tecnológico, ao posto de um dos melhores programas profissionais da área de Ensino no país.

De acordo com o Sub-Coordenador, Prof. Dr. Antônio Vanderlei dos Santos, para se ter uma ideia, hoje existem no país 92 programas profissionais na área de ensino, não existindo nenhum programa profissional com notas 6 e 7 (notas atribuídas apenas a cursos com mestrado e doutorado). Desse total, apenas 9 programas alcançaram a nota máxima 5, qualificando o Pós-Graduação stricto sensu, entre os 9 melhores programas profissionais da área de ensino no Brasil.



4 visualizações0 comentário