Buscar
  • Radio Com 98.5

Prefeitos irão a Brasília tratar da ponte internacional

Pela segunda vez valor da oferta do Governo Federal em licitação, fica aquém do orçado pelas empresas interessadas na obra

Uma comitiva de prefeitos da Associação dos Municípios das Missões (AMM) estará na próxima semana em Brasília para tratar no Ministério da Infraestrutura e no Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DMIT) assuntos relacionados à construção da Ponte Internacional ligando Porto Xavier a San Javier, na Argentina.

Pela segunda vez o valor orçado no processo licitatório do Governo Federal ficou aquém da proposta das empresas interessadas em executar a obra, frustrando a licitação.

De acordo com o prefeito de Santo Ângelo e presidente da AMM, Jacques Barbosa, enquanto o valor destinado pelo Ministério da Infraestrutura para a obra ficou em R$ 220 milhões, o orçamento da empresa interessada está em R$ 251 milhões. “As empresas alegam uma defasagem de R$ 31 milhões. Iremos solicitar a reavaliação e atualização da planilha de valores, considerando o aumento dos insumos com a inflação vigente”, declarou.

Jacques estará na capital federal acompanhado do prefeito de Porto Xavier, Gilberto Menin, e do vice-presidente da AMM, o prefeito de São Nicolau, Ricardo Klein, em audiência com o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, e com o diretor-geral do DNIT, Antônio Leite Santos Filho, solicitando que a União aceite o aditivo de R$ 31 milhões ofertados pela empresa para que a construção ponte internacional, uma luta regional de mais de 40 anos, tenha início em breve.

RODOVIAS FEDERAIS

Na ocasião, adiantou o presidente da AMM, a comitiva também vai pleitear recursos para a duplicação de trechos da BR 285, trecho de São Luiz Gonzaga a Panambi. Conforme Jacques, a construção da terceira pista é considerada prioritária para a região. “A duplicação do trecho tem estudo de viabilidade técnica e ambiental a cerca de dez anos. É uma prioridade elencada pelas associações de municípios. Precisamos de recursos para efetivar a obra”, argumentou Jacques.

Outra pauta que deverá ser abordada pelos prefeitos missioneiros está relacionada à extensão da BR 392, entre Santo Ângelo e Santa Maria; e a construção da BR 472, trecho entre Porto Xavier e São Borja.

Foto: Fernando Gomes/Arquivo




1 visualização0 comentário