Buscar
  • Radio Com 98.5

Receita de exportações de genética avícola cresce 22,7% em agosto

Saldo acumulado de 2022 é 15,5% maior


São Paulo, 13 de setembro de 2022 — As exportações brasileiras de material genético avícola totalizaram em agosto US$ 15,7 milhões, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O número é 22,7% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, com US$ 12,7 milhões.


Considerando o volume exportado, as vendas de genética avícola registraram queda de 14,9%, com 1,299 mil toneladas exportadas no oitavo mês de 2022, contra 1,527 mil toneladas no ano anterior.


No acumulado do ano, as receitas em genética avícola acumulam alta de 15,5%, com US$ 110,3 milhões em 2022, contra US$ 95,4 milhões de 2021.


Já em volume, houve retração de 2% no comparativo de 2022 com o ano passado, com 9,698 mil toneladas exportadas este ano, contra 9,892 mil toneladas registradas no ano anterior.



Principais destinos — Entre os principais destinos das exportações do setor em 2022, destacam-se o México, com 37,4% do volume embarcado entre janeiro e agosto, seguido por Senegal, com 31,7%, Paraguai, com 17,9%, e Bolívia, com 3%.


“Apesar de uma leve retração no volume exportado pelo Brasil em 2022, há uma notável elevação nos preços médios de exportação do setor, o que indica o aumento da pressão de mercado por genética avícola. Há expectativa de que este quadro se mantenha ao longo deste ano”, analisa o presidente da ABPA, Ricardo Santin.



Sobre a ABPA — A ABPA é a representação político-institucional da avicultura e da suinocultura do Brasil. Congrega mais de 140 empresas e entidades dos vários elos da avicultura e da suinocultura do Brasil, responsáveis por uma pauta exportadora superior a US$ 8 bilhões. Sob a tutela da ABPA está a gestão, em parceria com a ApexBrasil, de cinco marcas setoriais das exportações brasileiras de aves, ovos, suínos e patos: Brazilian Chicken, Brazilian Egg, Brazilian Breeders, Brazilian Duck e Brazilian Pork. Por meio das marcas setoriais, a ABPA promove ações especiais em mercados-alvo e divulga diferenciais dos produtos avícolas e suinícolas do Brasil — como a qualidade, o status sanitário e a sustentabilidade da produção — e fomenta novos negócios para a cadeia exportadora de ovos, de material genético, de carne de frangos e de suínos.




(Fotos: Divulgação/ABPA)

0 visualização0 comentário