Buscar
  • Radio Com 98.5

Saúde vacinou mais 636 pessoas na noite de terça-feira

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Santo Ângelo iniciou a semana com 636 pessoas imunizadas contra a Covid-19. Na noite da terça-feira (1º), no CTG Os Legalistas, foram 22 pessoas que receberam a primeira dose da vacina, 49 vacinados com a segunda dose e 565 pessoas que receberam a dose de reforço (dose 3). MENINAS DE 11 ANOS SERÃO VACINADAS NESTA QUARTA-FEIRA As meninas com 11 anos completos até o dia 2 de fevereiro serão vacinadas nesta quarta-feira (02), das 16h às 19h, na Secretaria de Saúde. É obrigatório as crianças estarem acompanhadas dos pais e/ou de um responsável maior de idade, além de portar CPF, Cartão do SUS e a Caderneta de Vacinação. As crianças não poderão apresentar nenhum sintoma gripal no dia da vacinação e nem terem realizado qualquer tipo de outra vacina nos últimos 14 dias. Caso a criança tenha sido infectada pelo Coronavírus, a mesma só poderá realizar a vacina 28 dias depois do primeiro dia de sintomas. CRIANÇAS DE 5 A 11 ANOS COM COMORBIDADES SERÃO VACINADAS HOJE As crianças de 5 a 11 anos com comorbidades que ainda não foram vacinadas contra a Covid-19 poderão comparecer na Secretaria de Saúde na quarta ou na sexta-feira, dias 2 e 4 de fevereiro, das 16h às 19h, para realizar a vacina. É imprescindível apresentar laudo, atestado ou receituário médico que comprove a comorbidade da criança. Além disso, é obrigatório portar a Caderneta de Vacinação, Cartão do SUS e CPF. Entram na lista de comorbidades asma, doença neurológica, obesidade, imunodeficiência, doença cardiovascular, outra pneumopatia, neoplasia, doença hematológica, diabetes mellitus, síndrome de Down, doença renal crônica e doença hepática. As crianças de 5 a 11 anos com comorbidades não poderão apresentar nenhum sintoma gripal no dia da vacinação e nem terem realizado qualquer tipo de outra vacina nos últimos 14 dias. Caso a criança tenha sido infectada pelo Coronavírus, a mesma só poderá realizar a vacina 28 dias depois do primeiro dia de sintomas.

Texto/foto: Rodrigo Bergsleithner



0 visualização0 comentário