Buscar
  • Radio Com 98.5

Santo Ângelo mantém empregos em meio à pandemia

Com um governo de perfil empreendedor e de forte atuação junto ao segmento produtivo, Santo Ângelo é um dos municípios gaúchos que registra crescimento em meio às restrições das atividades econômicas provocadas pela pandemia do Coronavírus e ainda mantém empregos.


Segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) da Secretaria do Trabalho do Governo Federal, os dois primeiros meses de 2021 apresentaram saldos extremamente positivos para Santo Ângelo em relação ao número de empregos. Em janeiro foram abertas 210 novas vagas de trabalho e, em janeiro 123, computando admissões e desligamentos.

O crescimento dos empregos registrado é de 2,6% e 1,54% no setor industrial; 1,46% e 0,06% no comércio; e 0,68% e 0,64%, na prestação de serviços; percentuais deste primeiro bimestre de 2021.

Na avaliação do secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação de Santo Ângelo, João Baptista Santos da Silva, a indústria local está segurando o crescimento do setor econômico e a expectativa é de que continue mantendo a alta na empregabilidade. “Mesmo com o crescimento menor do comércio e dos serviços, as indústrias de Santo Ângelo continuam admitindo em bom número, assim como o setor da construção civil que está em franca retomada das atividades”, projeta.

O secretário disse que aguarda o fechamento dos números de março para consolidar a tendência positiva deste início de ano. João Baptista está otimista com os números que serão divulgados pelo CAGED a partir do dia 15, com o resultado do mês de março, que deverão manter o crescimento nos empregos em Santo Ângelo, com percentuais no mesmo patamar dos primeiros dois meses do ano.

BONS RESULTADOS

Em 2020, Santo Ângelo ganhou espaço na imprensa gaúcha como um dos quatros municípios gaúchos que a resistiu à redução histórica do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS), por conta da pandemia do novo Coronavírus. “Entre os mais proeminentes, São Leopoldo, Pelotas, Uruguaiana e Santo Ângelo são as cidades que permaneceram com números positivos no ano e na comparação de maio de 2020 com o mesmo mês do ano anterior”, declarou o economista Henrique Reichert, da Caravela Soluções, empresa que monitora os dados econômicos de municípios gaúchos e de Santa Catarina.

Também no ano passado, Santo Ângelo apresentou crescimento no período com a elevação em 5,28% no retorno do ICMS para 2021, o que representa a injeção de um grande volume de recursos na receita do município.

DNA EMPREENDEDOR

O prefeito Jacques Barbosa afirmou que os resultados positivos na manutenção dos empregos são graças ao DNA empreendedor do santo-angelense e o Governo Municipal é aliado nas pautas prioritárias para o desenvolvimento.

Jacques ressaltou as ações da gestão para alavancar o desenvolvimento do município, mesmo em um período tão severo para a economia, em razão da pandemia e suas restrições no funcionamento das atividades produtivas. Entre as ações, o prefeito destacou a modernização da legislação tributária que permitiu a ampliação dos incentivos fiscais e para-fiscais aos investidores; a retomada da parceria com o SEBRAE com a reabertura da Sala do Empreendedor e o Programa Cidade Empreendedora; o estímulo ao setor primário que levou à formalização de quase duas dezenas de agroindústrias; o incentivo à economia solidária; a instalação da Zona de Inovação Criativa e Sustentável de Santo Ângelo – ZISSAN; e as obras de infraestrutura urbana e rural, que colocam Santo Ângelo como um atrativo para novos investimentos.

Como resultado da gestão empreendedora, o Governo Municipal fechou o quadriênio 2017/2020, com mais de R$ 600 milhões em investimentos da iniciativa privada e em obras públicas, valores que garantiram a abertura de centenas de postos de trabalho e que mantém a oferta de empregos com saldo positivo.

“Mantemos diálogo permanente com o setor econômico e estamos atentos às pautas, trabalhamos juntos. Se as empresas de Santo Ângelo estão bem, o município está bem. Vamos continuar assim, aperfeiçoando a gestão continuamente para o desenvolvimento local, para a geração de emprego e renda e para a melhoria na qualidade de vida da nossa população”, concluiu o prefeito.

Foto: Fernando Gomes/Arquivo



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mês de abril vitimou 26 santo-angelenses por Covid-19

O mês de abril vitimou 26 pessoas por Coronavírus até este domingo (18), além de 615 infectados (média de 34,16 casos ao dia). O recorde de óbitos em um mês pertencia a março deste ano, com 23 falecim

© Radiocom Santo Ângelo

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon