Buscar
  • Radio Com 98.5

Temperaturas ocasionaram florescimento das cultivares mais precoces de pessegueiros

Temperaturas ocasionaram florescimento das cultivares mais precoces de pessegueiros


Na regional de Caxias do Sul, as várias horas de frio já acumuladas e o primeiro veranico do inverno ocorrido na semana, com temperaturas altas e intensa insolação, permitiram um quadro natural para iniciar o florescimento dos pessegueiros e alguma brotação da cultura. De acordo com o Informativo Conjuntural produzido e divulgado nesta quinta-feira (14/07) pela Emater/RS-Ascar, há floração abundante na variedade Kampai e início da floração na variedade PS do Cedo, nas quais os produtores iniciam os primeiros tratamentos para a prevenção de doenças que infectam flores, como a podridão-parda.


Em geral, os agricultores estão realizando transplantio e replantio de mudas, tratamentos de invernos com as tradicionais caldas sulfocálcicas e/ou bordalesas e a poda nas variedades do cedo, como PS do Cedo e Kampai, e nas de ciclo normal, como Fascínio, Chimarrita e PS do Tarde, sendo que a maioria dos pomares com variedades do cedo já está podada.


Na regional de Soledade, as variedades precoces de pêssego e ameixa estão em plena floração. Os produtores intensificam a prática da poda, que deve ser realizada em pré-floração ou mais tardar, quando estiver em 50% da plena floração. Ainda é realizado o tratamento de inverno com calda sulfocálcica para reduzir a fonte de inóculo (fungos), principalmente de podridão-parda.


Já na regional de Pelotas, em razão de muitos dias com chuvas, os produtores estão com a poda comprometida, devendo ser recuperada quando predominarem os dias sem precipitações. Em Pelotas, já foram podados 70% dos pomares. Segundo a Embrapa Clima Temperado, o acumulado de horas de frio, com temperaturas inferiores e iguais a 7,2°C, é de 218 horas. As horas acumuladas de frio iguais e inferiores a 11°C já totalizam 572 horas. Além da poda, os produtores realizam atividades de limpeza e roçadas nos pomares.


OUTRAS FRUTÍCOLAS

Oliva - Na regional de Bagé, os produtores de Hulha Negra estão iniciando os trabalhos de manejo nos olivais, sendo realizada uma poda leve para a remoção de ramos mal posicionados ou com algum problema sanitário. Como os pomares ainda são jovens, busca-se equilibrar a conformação correta das plantas a partir da remoção mínima de área foliar para manter boas condições de crescimento.


Na de Pelotas, os produtores seguem com as atividades de poda. Também executam as aplicações dos tratamentos de inverno a base de caldas com cobre nos pomares, que têm muito bom estado fitossanitário e não apresentam problemas de ataques significativos de pragas e/ou doenças. Os olivicultores monitoram a presença de pragas e doenças.


CULTURAS DE INVERNO

Trigo - A estimativa de cultivo de trigo no Estado para a safra 2022 é de 1.413.763 hectares. A produtividade estimada é de 2.822 kg/ha. As diferentes condições de tempo ocorridas no período influenciaram a continuidade da semeadura de trigo. Na região que se estende do Oeste, Norte e Noroeste do Estado, as temperaturas mais elevadas e o tempo mais seco permitiram a diminuição de umidade nos solos e propiciaram o avanço do plantio. A região mais ao Sul e parte da Centro apresentaram condições de temperaturas mais baixas, chuvas e alta umidade, que praticamente impediram a operação.


A estimativa atual de lavouras de trigo implantadas é de 88% na média estadual. Nas lavouras implantadas no início do período recomendado, onde as condições do tempo foram adequadas, os triticultores realizaram a aplicação de fertilizantes nitrogenados para estimular o perfilhamento e favorecer maior desenvolvimento da área foliar.


Canola - A estimativa de cultivo de canola no Estado para a safra 2022 é de 48.457 hectares. A produtividade estimada é de 1.885 kg/ha. A semeadura foi concluída. No período foram realizados tratos culturais, como controle de plantas invasoras e aplicação de adubos nitrogenados em cobertura.


Aveia branca - A estimativa de cultivo de aveia branca no Estado para a safra 2022 é de 392.507 hectares. A produtividade estimada é de 2.217 kg/ha.


Cevada - A estimativa de cultivo de cevada no Estado para a safra 2022 é de 36.727 hectares. A produtividade estimada é de 2.958 kg/ha.


BOVINOCULTURA DE CORTE

De maneira geral, os rebanhos mantidos em áreas de campo nativo sofrem perda de peso devido à oferta insuficiente de alimento e à condução dos pastoreios em alturas muito baixas, dificultando a fotossíntese e o rebrote das forragens.


No aspecto sanitário, a incidência de carrapatos é pontual, pois as temperaturas baixas dificultam o desenvolvimento da fase larval. Prosseguiu a recomendação de vacinação nas matrizes para a prevenção da diarreia dos terneiros e nos terneiros desmamados para carbúnculo sintomático.


Há significativa oferta de gado para venda de todas as categorias, e, mesmo com redução de preços, não há demanda em função do atraso na utilização das pastagens de inverno.


Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar

Jornalista Rejane Paludo




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Acerca das manifestações populares que vêm ocorrendo em inúmeros locais do País, a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira reafirmam seu compromisso irrestrito e inabalável