Acadêmicos de Biologia da URI fazem visitas técnicas em Rio Grande e Pelotas

June 20, 2018

Um grupo de acadêmicos do Curso de Ciências Biológicas, acompanhados da professora doutora Nilvane Ghellar Müller, vinculada a disciplinas de Botânica, estiveram em Rio Grande no domingo, 10 de junho, onde visitaram o Museu Oceanográfico, o Museu Antártico e o Centro de Reabilitação de Animais Marinhos.

Ainda no município, conheceram os Molhes da Barra, considerada uma das maiores obras de engenharia oceânica do mundo, construída para dar segurança à navegação. A construção aconteceu entre 1909 e 1915, depois de várias décadas de estudos e projetos para controlar as condições adversas da entrada do único porto marítimo do Rio Grande do Sul. São constituídos por dois quebra-mares, construídos com gigantescas pedras que avançam 4 km no Oceano Atlântico.

Posteriormente, conheceram a Praia do Cassino, que com mais de cem anos, é considerado o balneáriomarítimo mais antigo do Brasil (1890). Seu início fica a 22 quilômetros do centro da cidade de Rio Grande e, segundo o Guinness Book, é a maior praia do mundo, em extensão. Neste local foram observadas as condições edafoclimáticas e vegetais características de dunas, a baixa altitude e ampla umidade relativa do ar, além da grandiosidade de banhados típicos do Sul do estado, os quais concentram espécies vegetais herbáceas e animais típicas destes ambientes.

Na manhã de segunda-feira, 11, o grupo foi recepcionado por pesquisadores da Embrapa, na Base da Estação Experimental Cascata, além de profissionais difusores de tecnologia daquela entidade. No local, assistiram palestras e visitaram as dependências institucionais voltadas ao Projeto de Quintais Orgânicos de Frutas e Hortaliças, os Sistemas Agroflorestais Apícolas – SAF´s: abelhas e flora melífera, Biodigestores, Minhocultura, dentre outras, todas focadas nos Sistemas de Produção Orgânica.

Após o almoço, realizado na sede da Embrapa Clima Temperado, os acadêmicos foram recepcionados no Auditório de Transferência de Tecnologia, e posteriormente visitaram o Laboratório de Cultura de Tecidos Vegetais, o Laboratório de Fitopatologia, a Clínica Fitossanitária, a Hidroponia, as Casas de Vegetação, Fitotron/Telado. Em todos os locais assistiram uma breve explanação de profissionais vinculados a cada área específica.

Ao entardecer da segunda-feira, o grupo esteve no Laranjal, praia de água doce, pertencente à Lagoa dos Patos, onde foi possível identificar as características das plantas encontradas naquele local com baixa altitude e úmido, típico de árvores de baixo porte e com caules tortuosos, além das macrófitas aquáticas e de inúmeras epífitas.

Encantados com as belezas naturais os acadêmicos puderam observar na prática inúmeras diferenças entre as características ambientais da região sul em relação ao noroeste do estado. Ao mesmo tempo, conheceram diferentes áreas em que o Biólogo Bacharel pode atuar, além de identificarem possibilidades de efetuar estágio curricular numa empresa de referência nacional em pesquisa, difusora de tecnologias em diversos eixos, como é a Embrapa Clima Temperado.

 

 

 

 

 

 

 

-- 

Gilda Gonçalves Karlinski - Jornalista

Assessoria de Comunicação- URI Santo Ângelo

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© Radiocom Santo Ângelo